sábado, 13 de abril de 2019

Resenha: O Segredo de Helena - Lucinda Riley

Oi Oi Lunatic's!! Tudo bem por aqui? Mais de um mês depois da minha última postagem estou de volta, e mais uma vez com a fatídica promessa de ser mais presente e com mais postagens (será que dessa vez dá certo?). Para o retorno aos nossos bons hábitos resolvi, enfim, trazer para vocês a resenha do primeiro livro que li este ano (sem ser do gênero auto-ajuda) o romance "O Segredo de Helena" da escritora Lucinda Riley, o livro foi uma escolha da leitura coletiva de janeiro do grupo "O Boteco do Leitor" do Facebook e como era um gênero que não tem muito contato resolvi me aventurar por suas páginas, vem conferir o que achei!!

* INFORMAÇÕES *
Título: O Segredo de Helena
Autora: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Literatura: Romance | Literatura Estrangeira
Páginas: 464
Lido Em: Janeiro de 2019
Onde Comprar: Amazon
Skoob
Sinopse: Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos.Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder.Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Com uma inteligência acima da média, ele vive a difícil transição para a vida adulta e está determinado a descobrir a identidade de seu verdadeiro pai.Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.

* MINHAS IMPRESSÕES *
- Trama e Narrativa:
Como a sinopse nos fala, Helena aos 15 anos foi passar o verão na casa do seu padrinho, Pandora, em Chipre e lá ao se apaixonar vê sua vida tomar um rumo completamente diferente do esperado; porém 24 anos depois dos acontecimentos iniciais ela recebe Pandora (a casa) de herança do seu padrinho e retorna ao local com sua família, onde ela não somente revive emoções esquecidas daquele verão, como vê aos poucos surgir a ameaça de um dos seus maiores segredos ser revelado e destruir tudo o que ela conquistou. A narrativa mistura várias vozes narrativas, quem inicia e finaliza a história é o filho de Helena, Alex aos 23 anos de idade muito tempo depois dos acontecimentos principais do livro e em primeira pessoa; porém a maior parte da narrativa é feita em terceira pessoa e com o foco em Helena, ainda que a cada capitulo o inicio seja com uma parte do diário de Alex escrito quando ele tinha 13 anos e durante o verão que a família passa em Pandora.
Parece confuso falando assim, porém a narrativa é fluida e não deixa nenhuma confusão na mente do leitor, existe na escrita da Lucinda uma descrição maravilhosa não somente dos personagens, mas também do ambiente, o que na minha opinião deixou a história riquíssima de detalhes e aconchegante. Fiquei durante toda a leitura desejando ter uma Pandora para mim.

- Personagens:
A trama se desenrola basicamente ao redor da vida de Helena, uma mulher bem sucedida como bailarina e como mãe, que tem filhos incríveis e um marido maravilhoso. Diretamente ligado a história de Helena, temos seu filho Alex que é superdotado e consequentemente é uma criança mais inteligente do que o comum e mais maduro do que o esperado para a sua a idade. Confesso que li o livro mais para saber sobre o futuro de Alex do que para descobrir o segredo da mãe dele (falarei mais sobre isso depois), já que a sua personalidade bem peculiar me conquistou desde as primeiras páginas. Durante a leitura somos apresentados a outros personagens não menos importantes como a Jules esposa do melhor amigo do esposo de Helena, Sacha e seus filhos Rupes e Viola. Também somos apresentados a enteada de Helena, Chloe.

- Finalizando:
O cenário da história se limita a Pandora, ainda que em algumas páginas vemos os personagens em outros ambientes, tudo está diretamente relacionado a casa. No inicio a quantidade de personagens que nos é apresentado parece desnecessária, porém a medida que a história vai sendo desenvolvida e as muitas teias vão sendo tecidas ao redor da trama principal, percebemos que cada personagem tem sua parcela de importância. O segredo de Helena foi o meu primeiro contato com a obra de Lucinda Riley e foi uma experiencia bem positiva apesar dos poucos pontos negativos que devo citar. A temática do livro é relação familiar, e temos Helena que esconde um segredo de todo mundo de forma que pode colocar toda a sua família em risco, como isso nos é apresentado eu esperava um segredo bem maior do que o que nos é revelado no final do livro, se fiquei em choque com a revelação, claro; porém mesmo quatro meses depois da leitura ainda acho que a Helena fez muita tempestade em copo d'água por algo que ela não estava no controle.

Apesar deste ponto negativo, gosto muito da forma como a personagem principal nos é apresentada, uma mulher que ao se ver grávida teve que tomar decisões e atitudes não muito diferente do que muitas de nós fazemos hoje em dia, Helena é uma mulher guerreira, mãe e uma madrasta maravilhosa (sim, me identifiquei muito com a personagem nesse quesito), que teve que fazer escolhas não muito fáceis durante toda a sua vida e por essa razão vive um misto de alegrias e angustias, acertos e erros que torna a personagem próxima da realidade.



O livro traz uma história que tem como objetivo emocionar o leitor e de certa forma a história mexeu comigo, mas não ao ponto de me causar lágrimas. Passei por um misto de emoções consideráveis durante a leitura e teve um determinado ponto do livro que achei o mesmo cansativo e arrastado, mas depois a história fluiu. É um bom livro e não me arrependo da leitura, ainda que não tenha sido impactante como esperei e sem dúvidas lerei outras obras da escritora. Recomendo sim a leitura do mesmo, principalmente pela forma cativante que trata as relações familiares, apesar das suas 464 páginas é possível ser lido em um fim de semana se você se deixar cativar com o assunto.

Contem-me vocês já ouviram falar desse livro? Já fizeram a leitura dele ou de algum outro livro da Lucinda Riley? Deixem suas impressões, seu carinho, suas opiniões (e se houver criticas também) nos comentários, ficarei muito feliz em responder cada um de vocês!


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Unboxing: Clube de Romance da Carina Rissi



Oi Oi Lunatic's. Tudo bem por aqui? Finalmente consegui vir atualizar o blog para vocês e como prêmio de consolação vamos ter postagem duplicada esse fim de semana. Confesso que o ínicio desse mês foi corrido e um tanto quanto conturbado, consegui alcançar algo que é muito significante na minha vida pessoal e profissional e prometo que assim que as coisas estiverem estáveis e seguras conversarei um pouco com vocês sobre essa nova fase (sim, só depois de dá certo irei falar, pois acredito que algumas coisas precisam ser mantidas só conosco até estar seguro).

No inicio do mês, precisamente no dia 05 de fevereiro, eu recebi a minha primeira caixa de mystery box, estava ansiosa para receber a minha caixa e havia evitado spoilers de todas as formas possíveis. Para um primeiro contato com o mundo de caixas surpresas escolhi a assinatura lançamento do grupo editorial Record conhecido como Clube de Romance da Carina, onde o próprio nome diz iremos receber livros de romance. A caixa contará com dois livros sendo um lançamento da editora e um livro do catalogo escolhido pela lindíssima e querida escritora Carina Rissi.

O clube conta com dois tipos de assinatura o mensal (avulso) e o anual. Quem fazia a assinatura anual na caixa de estreia recebia junto um livro da sua escolha escrito pela Carina e publicado pela editora, como era o meu primeiro contato com esse tipo de caixa, optei pela assinatura avulso, assim podia desistir caso a caixinha não fosse condizente com as minhas expectativas.

Então vamos ver o que veio dentro da caixinha? Segue o vídeo.


Espero que tenham gostado da postagem e do vídeo.
Beijos da Lua!!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Resenha: Cujo - Stephen King

Oi Oi Lunatic's. Tudo bem por aqui?
Depois de alguns dias sem postar por aqui (perdoem a demora e a correria mas tenho uma pequenina que está tomando o meu tempo e estou amando dedicar-me a ela) finalmente retornei a nossa casa e desta vez com uma resenha que passou a frente de todas as outras já programadas pela simples necessidade que eu estava de conversar com alguém sobre Stephen King. Essa resenha já havia sido postada no antigo cantinho da lua e como percebi que não ainda não tinha transferido ela para cá, conclui que seria a melhor resenha para ser a primeira a ser postada no blog este ano. Estou bem atrasada com as resenha confesso, mas agora que começamos não iremos mais parar! Então sem mais conversa, vamos ao que interessa!

* INFORMAÇÕES *

Título: Cujo
Autor: Stephen King
Editora: Selo Suma de Letras - Grupo Companhia das Letras
Literatura: Estrangeira / Terror
Páginas: 376 páginas
Lido Em: Maio de 2018
Onde Comprar: Amazon
Skoob
Sinopse: Frank Dodd está morto e a cidade de Castle Rock pode ficar em paz novamente. O serial-killer que aterrorizou o local por anos agora é apenas uma lenda urbana, usada para assustar criancinhas.Exceto para Tad Trenton, para quem Dodd é tudo, menos uma lenda. O espírito do assassino o observa da porta entreaberta do closet, todas as noites.Você pode me sentir mais perto… cada vez mais perto.Nos limites da cidade, Cujo - um são-bernardo de noventa quilos, que pertence à família Camber - se distrai perseguindo um coelho para dentro de um buraco, onde é mordido por um morcego raivoso.A transformação de Cujo, como ele incorpora o pior pesado de Tad Trenton e de sua mãe e como destrói a vida de todos a sua volta é o que faz deste um dos livros mais assustadores e emocionantes de Stephen King.
  Cujo é o primeiro livro de Stephen King que tive o privilégio de ler, sempre tive muita curiosidade a respeito de suas obras, mas como a maioria delas ainda está um pouco fora do meu orçamento, nunca tinha tido a oportunidade. Porém em um desses dias de muita sorte ganhei dois livros de Stephen King (junto com alguns outros) da editora Suma de Letras. E devo dizer que para um primeiro contato com as obras de SK, estou mais do que satisfeita.

  * MINHAS IMPRESSÕES *

- Trama e Narrativa:
  Como é mencionado na sinopse do livro, Cujo é o São Bernardo da família Camber que é composta pelo mecânico Joe Camber, sua esposa x e seu filho y, Cujo pesa mais de 90 Kg e apesar do seu tamanho e robustez é um cachorro dócil e sensível. Tad Trenton é um garotinho de 4 anos, filho de Donna e Vic Trenton, a família teve que se mudar para o Maine para que Vic pudesse abrir e administrar junto com seu melhor amigo Roger uma agencia de publicidade, porém essa mudança causou abalos no casamento deles, pois Donna odiava a ideia de deixar a cidade de Nova York para ir morar numa cidadezinha do interior. Todos os eventos seguintes irão se desenrolar envolvendo essas duas famílias e as poucas pessoas que estão ao redor de cada uma delas.

  A narração de todo o livro é feita em terceira pessoa, ou seja é um narrador observador e onisciente, que nos conta de forma intercalada as desavenças que estão acontecendo na casa dos Trenton, o dia a dia da família Camber e assustadora transformação de Cujo após ser mordido por um morcego contaminado com raiva. Um dos pontos que gostaria de destacar na escrita e narrativa do SK nesse livro é que por ser um narrador onisciente nós sempre sabemos o que vai acontecer nas próximas páginas e é aí que reside o triunfo do SK que nos faz ficar grudados no livro até chegar na última página; outra coisa que achei extremamente importante e interessante para a narrativa foi podermos vez ou outra saber o que está se passando na mente de Cujo.
" Se fosse para casa, um dos integrantes da santíssima trindade -  o homem, a mulher e o menino - perceberia que ele tinha aprontado alguma e se machucado. Era bem possível que um deles lhe dissesse coisa feia. (...) " (Pág: 32)

- Personagens:
  O narrador vai nos apresentando aos personagens da história a medida que vai "andando" pela cidade, ou a medida que os caminhos dos personagens se misturam. Aos poucos vamos conhecendo mais sobre Tad, Donna e Vic Trenton e também descobrimos aos poucos como o casal vive uma vida de ilusões e como os pesadelos de Tad parecem ser tão reais ou proféticos. Conhecemos mais sobre os Camber e como Charity Camber sobrevive dia após dia a um casamento "difícil" por medo.
  De todos os personagens do livro nenhum em especial ganhou meu coração, todos tiveram seus momentos de altos e baixos e consequentemente os momentos em que gostei e odiei. O único que realmente não me desceu de forma alguma foi o Joe Camber, esse personagem em especial me causou nojo.


- Design:
  O livro não tem muito design a ser destacado. As folhas são amareladas e a letra tem uma fonte de tamanho muito boa, e ambos facilitam a leitura pois não deixa a vista cansada. Esta edição que ganhei faz parte da Biblioteca Stephen King, por tanto tem a abertura em folhas pretas e letras brancas, capa dura com detalhe de uma pata de cachorro em baixo relevo - o que provoca uma sensação muito boa ao passar a mão - e não é dividido em capítulos, ou seja, é uma leitura continua.

 

- Finalizando:
  Cujo é uma leitura classificada como Terror, serei mais precisa e direi que este livro é um terror psicológico dos bons - para quem não sabe, terror psicológico é todo aquele que o medo/temor é gerado pela vulnerabilidade da mente humana a alguma situação ou sensação desconfortável psicologicamente - pois o que sentimos não é medo e sim receio pelo bem estar físico e psicológico dos personagens.
" Ele se virou, puxando a arma, mas só conseguiu ter uma visão borrada do cachorro - um cachorro imenso - que pairava no ar. Cujo atingiu o (...)  na altura do peito, arremessando-o contra a traseira do corcel. "                   (Pág: 301)
  O narrador ser onisciente faz toda a diferença na leitura - como eu já citei - e conduz de forma brilhante o leitor por todo o desenrolar da trama com o coração na mão e ainda que algumas passagens, no meu ponto de vista, seja totalmente desnecessárias, isso não faz com que a leitura perca a sua qualidade. O São Bernardo Cujo ganha o nosso coração assim que nos é apresentado, ainda no inicio do livro, e um dos pontos mais tristes da história é sem dúvidas a sua transformação.

  Assim que finalizei a leitura do livro a classifiquei como uma leitura 3,5 de 5 estrelas, porém não seria justo dá 3,5 pelo argumento que eu estava utilizando. O final do livro, ou uma pequena parte dele, não me agradou e isso não é argumento suficiente para uma classificação de bom quando tudo no livro leva ele a ser ótimo. Os livros não são obrigados a terem finais que sejam agradaveis a todos os seus leitores, certamente assim como eu não gostei muitos devem ter achado o final justo. Por tanto finalizo esta resenha dizendo que Cujo é um livro de leitura rápida, fluida e surpreendente; é um desses livros que simplesmente não nos arrependemos de dar uma oportunidade e posso afirmar - apesar de ser o primeiro contato - que SK ganhou mais uma leitora e admiradora de seu trabalho.


  Por hoje é só meus amores. Até a próxima postagem.
  Beijos da Lua!!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Vamos Falar Sobre Parcerias?



Oi Oi Lunatic's! Tudo bem por aqui?
Como vocês viram na minha postagem anterior sobre metas, uma das metas que coloquei para 2019 foi dedicar-me mais ao blog e ao canal, fazendo com que os dois sejam vistos e que cresçam mais (obvio que com assuntos interessantes).

Uma das formas que achei que seria interessante para fazer o blog e o canal se desenvolver seria fazendo parcerias com outros blogs, canais e instagrans. Como eu não sei como esse tipo de procedimento é feito no mundo da blogosfera simplesmente resolvi criar um questionário no google docs para me ajudar a conseguir essas parcerias.

Por tanto se você é blogueir@ ou tem um canal no youtube ou é um escritor iniciante e teria interesse em fazer parcerias com o nosso blog e canal, basta preencher este formulário que entraremos em contato para podermos acertar as pontas da parceria. Confesso que estou extremamente ansiosa para as minhas primeiras parcerias e assustada também pois minha cabeça diz que não haverá interessados, mas precisamos começar por algum lugar, e o lugar que escolhi começar foi enfrentando este medo, pois sei do meu potencial e do potencial do meu blog. Espero por vocês!



Outra coisa que queria conversar com vocês que também tem haver com as metas que coloquei para 2019 é sobre economizar, vi que muita gente que comentou na postagem anterior também tem esse mesmo interesse, resolvi assim ao longo do ano fazer algumas postagens sobre o assunto dando dicas de como podemos economizar juntos. E nesta primeira dica gostaria de compartilhar com vocês o site Cupom Válido, que consiste em disponibilizar cupons de descontos para que possamos comprar nas lojas parceiras do site. Todo o processo é seguro, pois fazemos as compra como de costume, e ao final da compra no carrinho inserimos o cupom que escolhemos no site Cupom válido e ganhamos o tão sonhado desconto.
Ainda não tive oportunidade de usar os cupons do site, pois só descobri o mesmo este ano e ainda não fiz nenhuma compra na internet, mas assim que aparecer a oportunidade irei fazer compras com os cupons que o site disponibiliza e venho aqui comentar com vocês a minha experiência!

Bom, isto era o que eu queria conversar com vocês por hoje, espero que tenham gostado da dica e que se inscrevam para a parceria, afinal assim crescemos todos juntos.

Beijos da Lua!

Você Vai Gostar de Ler:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...